Longe vão os tempos em que o mercado não era regulado

Os jogos de azar online são legais em Portugal desde o dia 28 de junho 2015, por publicação do Decreto-Lei nº 66/2015. As primeiras licenças foram concedidas o dia 25 de maio de 2016.

Vantagens da legislação

“Agora pode jogar online com a garantia que o jogo é regulado, supervisionado e controlado pelo Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ).” Supostamente seria esta a grande vantagem para o consumidor português: maior proteção! Dizemos supostamente pois por experiencia sabemos que isso não é verdade. Nada mudou no que diz respeito à proteção dos fundos dos clientes. As casas de apostas continuam a fazer o que querem e bem lhes apetece e os termos e condições dão-lhes esse “direito”.

Desvantagens da legislação

A atual lei em Portugal está longe daquilo que é praticado lá fora e em nossa opinião, é apenas uma lei para beneficiar a Santa Casa. (Amigos ajudam amigos. Benvindo a Portugal!)
O sistema de tributação incide sobre a stake dos apostadores e não sobre os lucros dos operadores, ao contrário do resto das empresas que são tributadas com base nos lucros. Imagine o continente a ser tributado com base no valor das compras dos seus clientes, como é obvio o preço das mercadorias teria que subir imenso. Isto é ridiculo!

Operadores legais

Já lá vão quase 4 anos desde a entrada em vigor da legislação e a oferta de operadores é ainda muito baixa. As boas escolhas no que diz respeito a apostas passam pela bet.pt ou pela betclic.

Operadores ilegais

Alguns apostadores mais “fora da lei” optam por usar operadores como a 1xbet que todos os dias lança um dominio novo no sentido de evitar ser bloqueada. Com sede de operações na Russia não há muito que a lei possa fazer para os bloquear.

Os brokers

Um broker é uma espécie de intermediário que cria contas em nome do cliente. As contas são criadas no estrangeiro e o acesso às contas é feito através de vpns ou vps. Muita gente diz que isto torna o processo legal mas em nossa opinião não é esse o caso.

O caso Placard

Acredite ou não, a maioria das apostas em portugal é feita através da Placard. Mesmo no nosso circulo de amigos, composto por pessoas jovens com fácil entendimento do mundo online, a escolha na maioria das vezes recai sobre este operador offline. Isto deve-se pelo simples facto do apostador ter maior sensação de segurança por ficar com um comprovativo da aposta em papel na sua mão. É nossa opinião que esta sensação de segurança não passa disso: sensação! Mais uma vez, por nossa experiencia, sabemos que a placard não é diferente no que diz respeito a transparencia ou a anulação de apostas. Ora se não é mais segura e tem o incomodo de ter que nos fazer sair de casa, não há qualquer vantagem em a usar.

O nosso conselho

Não recomendamos a ninguém o recurso a operadores ilegais! Embora o panorama em Portugal não seja o ideal, é preferivel evitar chatices. Para a maioria das pessoas as apostas são apenas entretenimento, logo odds um pouco inferiores não fazem assim tanta diferença. Aqueles que levam as apostas a sério e fazem disso rentável, optam por se deslocar para o exterior, assim obtêm melhores odds e outros beneficios fiscais.